Guardar dinheiro: 4 dicas para não faltar no final do mês

Receber o salário, mais do que guardar dinheiro, tem um gostinho especial, não é mesmo? Mas muita gente passa vários dias esperando chegar a hora de pegar o dinheiro, e enquanto aguarda, acaba gastando mais do que poderia. 

Se você quer poupar parte do salário mensal sem passar aperto, continue lendo esse artigo para descobrir 4 dicas para guardar dinheiro sem faltar no final do mês.

Guardar dinheiro primeiro, gastar depois

Infelizmente, a grana não suporta os gastos exagerados e acaba muito mais rápido do que se esperava. Um final de semana de descontrole já é o suficiente para acabar com todo seu salário do mês. O pior é que se nada é feito, isso vira uma constante. 

Se está difícil controlar o salário do mês, assim que você receber o pagamento pague todas as contas de uma só vez, mesmo que adiantado.

Agora vem a sacada matadora: depois de pagar as dívidas, reserve 4 partes iguais do que sobrou, para usar 1 por semana. Essa estratégia simples, mas poderosa vai te ajudar a ter um limite, e mais que isso, perceber que se gastar mais em uma semana, não terá uma quantia maior na outra.

Anote as prioridades

Se você tem um parente que está devendo um dinheiro, ou vive recebendo aquela carta de cobrança do banco, saiba que esse problema não vai desaparecer da sua vida. Só há um jeito de sanar esse problema: pagar tudo que deve. 

Não adianta postergar, pois essa situação só vai se complicar ainda mais. Decida pela resolução desse problema e à partir do próximo salário, lembre-se de guardar dinheiro – ao menos uma parte dele – para pagar o que você deve, ainda que parcelado.

Não comprometa seu salário

Uma hora você faz um financiamento aqui, outra hora pede um parcelamento ali e depois pega um empréstimo. Sem perceber, de pouco em pouco você já comprometeu mais da metade do que ganha.

Como você precisa da outra metade para pagar as despesas básicas, como alimentação, moradia e transporte, o orçamento fica super apertado.

O ideal é que você pense 2x antes de se comprometer com uma nova dívida. Analise os gastos que já tem e cuide para que todos os custos não essenciais não passem de 20% do seu salário. 

Guardar dinheiro é pensar no futuro

Seu salário não tem somente um objetivo: além dos gastos atuais, também é preciso pensar no futuro. É preciso refletir sobre seu futuro e seus sonhos para ele. O que você gostaria de ter? Uma casa própria, uma viagem para a praia, pagar os estudos do filho?

Tente guardar dinheiro (pelo menos 20 % do salário) para investir mensalmente, pensando no longo prazo. Se parecer difícil no início, comece com pouco, 3%, 12% e aumente de acordo com a melhoria da situação financeira.

Vai chegar a hora que sua determinação em alcançar seus sonhos no futuro será algo tão forte que você não vai deixar mais de investir nele.

E aí, gostou desse conteúdo? Espero que tenha ficado claro o quanto é importante se organizar financeiramente, para que seu salário não se evapore sem você perceber.

Espero que guardar dinheiro deixe de ser apenas um desejo, e passe a ser uma rotina na sua vida. E mais ainda, torço para que essa hábito de poupar seja responsável por te ajudar a realizar seus sonhos.

Mande sua dúvida ou comentário para a gente saber o que achou e como a gente pode continuar te ajudando!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DICAS DE CARTÃO GRÁTIS! 
DIGITE SEU EMAIL PARA RECEBER CONTEÚDO EXCLUSIVO